quinta-feira, 8 de fevereiro de 2007

Maconha!


Ficou com medo!

decriminalização da maconha eis a questão!

você é contra ou a favor?


Resolver esse problema não é a maior urgência do país diante de impasses como o desemprego, a educação e o desenvolvimento econômico. No degrau do debate público, porém, os usuários argumentam pela liberação de um direito individual como forma de resolver tragédias coletivas, tais como o crescimento do tráfico. “Uma acusação que incomoda é a de que somos os financiadores do tráfico internacional de drogas. Se não fosse a legislação, cada adepto poderia ter em casa seu pé da erva e não incomodaria mais ninguém”,


O principal entrave para os que defendem a Cannabis é o fato de que pouco se sabe sobre ela. Há mais de 400 substâncias na folha da erva – e os estudos sobre seus efeitos colaterais e benefícios ainda são inconclusivos. Há três meses e meio, entrou em vigor no Canadá a descriminalização da droga para uso medicinal. A iniciativa aumentou a polêmica. Ainda assim, em vários países – inclusive no Brasil – há médicos que indicam a maconha para pacientes. As poucas certezas que existem somam contra os adeptos da liberação da erva. Estudos recentes feitos nos Estados Unidos mostram que, nos anos 60, a concentração de THC, a substância psicoativa da droga, ficava em torno de 1%. Atualmente, chega a 4% e, em algumas situações, vai a 20%. A continuar assim, o número de fumantes – e a freqüência com que fumam – deve mesmo aumentar a olhos vistos. A explosão dos níveis de THC, dizem os médicos, aumenta a dependência. O que demonstra que os produtores e traficantes da droga não brincam em serviço.



Mundo afora
O mapa do liberalismo controlado

Canadá

O uso medicinal é permitido desde agosto de 2001. Foi o primeiro país a legalizar a droga para fins terapêuticos

Bélgica

O uso terapêutico é autorizado. O consumo para fins recreativos é tolerado desde janeiro de 2001

Alemanha

Consumir maconha é permitido, mas o tráfico é proibido

Portugal

Desde julho de 2001, os usuários são punidos com multa ou tratamento médico

Estados Unidos

O uso medicinal é permitido em nove Estados. O consumo recreativo é proibido

Holanda

Desde 1976, é permitida a venda de maconha em coffee shops

Japão

Permite o cultivo de cânhamo

2 comentários:

Michel disse...

Axei, ufaaaa...
Seu blog tah show minino, continue assim sendo esta pessoa maravilhosa, Bjus e abracos LORD CHELL....xauzinhoo... :D

Júlim Oliveira disse...

eu sou a favor e não só pelo fato de ser um consumidor
e sim pelo fato de que eui sempre defendi o uso da erva (antes mesmo de fumar)
nunca defendi pelos seus "efeitosd naturais" e sim defendi pelo fato de que sou a favor de cada um fazer o que da sua vida
sem que atrapalhe o outro.
e fumar maconha não atrapalha ninguém além de mim, alis nem eu me atrapalho