sexta-feira, 22 de maio de 2009

E assim me veio a morte...



E assim me veio a morte...

Sentei-me em uma cadeira perto da esquina onde o vento faz sua manobra e volta para a Terra.
Lá os pensamentos tinham um gosto amargo e eu sentia a infelicidade dos homens em mim.
Aquela cadeira áspera tinha a consistência de um soluço, todo aquele mal estar todos os pensamentos ruins, todas as sombras antepassadas pelo tempo amoral e tragador, pediam por socorro e tiravam de mim o resto de percepção que me era de direito. Queria fugir, mas, não encontrava consistência alegre de solo algum; Queria gritar, mas, não encontrei cognição vocal e liberdade de atuá-la; Tentei pensar e esse foi o meu derradeiro erro, pois a mim foi tirado todo o pensamento feliz e bondoso que me foi dado quando eu ainda habitava a terra dos homens santos e vis.
Meus pensamentos foram sugados forçadamente, pelas sombras atemporais undergroudzadas que habitavam aquele solo de asfalto gasto. Já cansado via todo o meu corpo, Degrada mente se tornar cinza, sem nenhum tipo de consistência humana, eu já não ouvia nada, já não via nada, já não sentia, já não existia mais...

Autor (Eu) Guiovan C. de Oliveira

29 comentários:

Beto Uchôa disse...

Há muito mais sobre a terra do que ouro.
Há muita coisa mistica, muita energia rolando, pena que poucos tem o poder de pegala no ar.
Abraço rei

Anderson Meireles disse...

MUITO BOM ESSE TEXTO.
GOSTEI DAS 'sombras atemporais undergroudzadas'...
ABRAÇO!

Felipe Santos e Camila Alvarez disse...

sua maneira de escrever é meio m´orbida.
Já leu Alan Poe?
na minha opinião é o melhor desse tipo de literatura que seu texto me remete.

abraços

http://www.surfinsantoss.blogspot.com/

Charles Cinoche disse...

Gostei do texto,só uma dica(não uma critica)tente adjetivar menos:assim a leitura flui melhor(na minha opinião).
No geral parabéns,o seu texto lembra aquelas produções cult atuais!

Robson disse...

Daeeee bom o texto



FLw

Alan Salgueiro disse...

Destaco: "Meus pensamentos foram sugados forçadamente, pelas sombras atemporais undergroudzadas que habitavam aquele solo de asfalto gasto"

Senti-me levado ao túmulo... e apreciei bastante o underground derivado...

Igor Gonçalves disse...

Muito bom a forma como você escreve,gostei...mas não é pra qualquer um,há certas palavras ue não são tão costumeiras...mas assim que é bom !

parabéns pelo texto !

seria trágico se não fosse cômico ou vice versa disse...

vou gritar: ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh

rsrsrsrsrrs

nossa, eu tenho medo da morte...um medo danado!

brigada pela vista no meu blog...e na época daquela história eu so tinha 12 aninhos.

bjoo e tudo de bom!

Aline disse...

muito bom! o texto palavras bem raras de se ver,mas um bom entendimento

bjus !!

Danilo Moreira disse...

Fantástico e sombrio.

A morte não só mata, mas pode enlouquecer os vivos...

Parabéns!!!

Abçs!!!!

http://blogpontotres.blogspot.com/

diego disse...

Cara, muito bom o texto, como muitos outros que tem por aqui.
vale muito a pena dar uma passada por aqui pois sei que sempre vou ler alguma coisa legal! Parabéns pelo blog e continue com os textos!
Vou virar seguidor.
Abraço

www.sucodelimao.com.br

Aflaudisio Dantas disse...

rapaz que angústia
muito bom texto

Natália Coelho disse...

O tema é triste e eu não gosto muito de coisas tristes, mas não posso deixar de falar que você o relatou muito bem.
Bem escrito, diferente e original.
"Undergroundzadas" foi ótimo.


Abraços

Meninos Tinindo disse...

belo blog.

http://meninostinindo.blogspot.com/

Janaina Moraes disse...

Se não achar na net, volta lá no blog e entra na livraria cultura, lá vc encontra promoções ótimas.
Vale a pena ter um exemplar desses em casa.

Até e obrigada por seguir

Arlindo disse...

muito bom,é um texto bem interessante,a terra é mais do que ouro xD.

Hairon Almeida disse...

CULT!!! Cuidado com exageros! No geral teu blog aborda o mistico, o oculto... E nesse post tu defende bem isso! E tem os neologismos que cairam como uma luva!

Luciene Mione disse...

Muito bom o texto parabens rapaz..xD
se der passa no meu blog tbm
http://pensadoraxd.blogspot.com


bjs

Rosangela A. Santos disse...

Gostei da parte em que vc fala sobre pensamentos ruisn .. se pensa atrai eles pra vc .. ou até mesmo se pensa só em coisa ruim não consegue ver o bom .. tudo se torna ruim .. rsrs

gostei muito do post .. parabéns!!

Abç.

%_#Vinicius-san#_% disse...

Nossa parabéns pelo seu blog!!!
De mais Pode Crer que vou seguir também!!!!

SLEEPY disse...

Nossa!
Complexo, sombrio e aterrorizantemente familiar...
Gostei mto!!Tanto que to te seguindo..rs

Ronaldo disse...

quando vi o titulo achei que era algo para sair gritando, mas ao ler percebi que é um texto rico e com uso de palavras não usuais

o grito então é de surpresa por ler algo bom

parabens

Rosangela A. Santos disse...

Olha eu de novo apreciando o seu blog .. rsrs

Abç.

Neurides Martins disse...

Bom texto.
Escreves com ángustia e isso me agrada.
Só alguns termos não garantem um bom entendimento.
abraço

marvin wizzard disse...

mto bom o texto,

gostei bastante !



http://tofucsia.blogspot.com/

Inez disse...

Apesar de ser um texto um pouco mórbido você escreve muito bem, tem talento.

Mulheres e vaidades disse...

Muito show esse texto...foi vc que escreveu? Parabéns!
beijos, e sucesso =]

Leo Lagden disse...

Estilo e poesia de sobra.
O tema Morte parece assustar muitos, mas o que todos nós temos certeza é que um dia ela chegará...quando isso acontecer, não adianta não querer encará-la de frente.
Aí, talvez, seja mais difícil do que deveria.
Bom layout e belos textos.

Anônimo disse...

muito boa sua poesia