sábado, 16 de maio de 2009

Quantas


Quantas...

Quanto tempo restara?

Quantas milhas ainda hei eu de andar?

Quantas bocas ainda terei de beijar?
Quantas noites terei de chorar?

Quantas vezes terei de dizer que sempre hei de te amar?

Quantos amigos ainda me são fies?
Quantas novidades irei experimentar?

Quantas cigarros irão me matar?
Quantos copos terei de virar?

Quantas noites irei de velar?

Quantos anos terei no dia em que eu te encontrar?

Quantos caminhos irei de escolher?

Quanto tempo tive antes de nascer?
Quanto tempo terei até o dia em que morrer?
Quantos poemas irei de escrever?

Em quantos deuses terei de crer?
Em quantas vidas terei de viver?

Guiovan C. de Oliveira

12 comentários:

Canto do Lufa disse...

A pintura é triste, muito expressiva, isso a faz linda!

As perguntas eu não sei as respostas

mas lembre-se que o fim justifica os meios!

Inez disse...

Quantas perguntas??? Algumas sem respostas outras a resposta dentro de cada um.
É um poema um pouco triste, mas lindo demais.

Dual disse...

verdade, perguntas e mais perguntas surgem em nossa cabeça a cada dia, e muitas sem respostas, outras com uma resposta em que não queremos dar, outras com varias respostas que causam mais perguntas.

mas é isso aii..a vida é assim..

Geraldo Samuel disse...

São perguntas que só o tempo e você vivendo cada dia um após o outro poderão responder, pois o futuro não nos pertence...
é um belo poema que nos leva a várias reflexões, e se quisermos que elas tenham como respostas algo positivo devemos fazer com que nossas atitudes sejam corretas hoje para colhermos os bons frutos amanhã.
fica na paz.

adenilson disse...

parabens
escreve bem
mto bom mesmo rapazinho.
conitnue assim
primeira vez aki
espero retornar mais vezes.


espero que goste das atualizações do
www.bagageirodocurioso.spaceblog.com.br
e ótima semana.

Billy! disse...

Valew pelo comentario,
que bom que gostou do post
quem sabe eu posto um conto de menino?!

www.conto-um-conto.blogspot.com

Lidianne Andrade disse...

pesado, viu?
beijos!

BRUNO disse...

Fala Guga, já visitei tanto seu blog que me sinto em casa! Parabéns pelos seus poemas, nada a acrescentar, a verdadeira poesia se faz assim, livre e sincera, parabéns!

Abraços!

BRUNO

kacau disse...

Algumas Perguntas sem respostas, algumas achadas na pintura...

diego disse...

Muito bom o blog! Meio triste realmente a pintura, mas ta de parabéns pelos textos em geral!
Sucesso ai com o blog!

www.sucodelimao.com.br

' αliиε ' disse...

Ameii o Layout do seu blog
Vc é bem criativo para criar poesia
Parabéns!

♪♫Kaique♫♪ disse...

Legal seus textos...