sábado, 13 de junho de 2009

Procura-se um poema



Procura-se um poema

Em certo tempo de pensamentos escassos
Um certo cérebro vasculhado de cima a baixo
Um certo poema que a tinta não quer por no papel
Um certo poema que não quer sair e dizer onde é o céu
Um certo verso fujão que some das lembranças e do coração
Um certo refrão que não me diz o que fica depois do chão
Procura-se uma letra para emendar
Procura-se uma frase para rimar
Sabes onde posso encontrar?

Musica, Vida, Sol, Mar
Tenho tanto a falar
Mas não sai, então irei procurar!

Um certo amor que não quer ser visto ou lido
Um certo pensamento que não quer aflorar
Procura-se um poema, se achares não se esqueças de me avisar!


Autor = (EU) Guiovan C. de Oliveira

26 comentários:

Breno Bastos disse...

Há tanto o que falar. Sempre temos muito o que falar. Sempre queremos falar...

Vanuci Watson disse...

a vida é nosso celeiro de poemas...rs é o lugar onde procuramos as significações, as linguagens os significados, as variadas visões do amor, as variadas versões de amar...
vc encontrará uma bela poesia

Fabricio bezerra da guia disse...

gostei do seu poema.o jeito que ele foi formado parecendo um abajur sei la´ficou bom,não sei cocm voc~e consegue

Danilo Moreira disse...

Eita... a gente rala e muito até achar o poema... rala os neuronios, as palavras, o coração, a memoria, e a paciencia...rsrs

Abçs!!!

Qdo puder, venha Delirar comigo...

http://blogpontotres.blogspot.com/

Delírio - Vozes

War Inside My Head disse...

Poema intricico, de forma liturgica...
Gostei do Blog e vou seguir, espero que siga o meu tb!
http://yaseryusuf.blogspot.com/

Thaissa disse...

Nossa, que lindo poema! Eu gosto de blogs assim...gosto de ler o que os outros escrevem! acho tão interessante :D

:D

Ingrid Normando disse...

Gostei do poema, acho que no final você achou.
ahhh eu queria tanto escrever poemas
=P

Rosangela A. Santos disse...

Parece respota de praxe .. mas está ótimo adorei .. vc tem o dom com as palavras .. na minha opinião .. parabéns!!

Abç.

SLEEPY disse...

Quando a inspiração tira férias eu desisto...já você foi lá atrás dela..rs
Adorei , exemplificou bem (e com estilo!!) o momento em que as idéias nos somem!!
Bjos

Tonin ( Allan) disse...

=) Muito bom Msm!

Clip Emoção disse...

Não entendo de poema mais ta otimo o texto !

JuANiTo disse...

Muito bom, um dos melhores que já li por aqui!
E a estética perfeita, hein!
Parabens, Abraço!

Juliana Rodrigues disse...

Muiiiito show.
;D
Parabens, fazes uso magnifico das palavras.
Gostei mesmo.

;*

Romero Cezar disse...

Sem comentários muito bom o blog

Gabriela disse...

ador conhecer novos talentos!vc tem que publicar :)

melke disse...

O bom é que podemos encontrar um verso em tudo...
basta olhar com os olhos do poeta. ne?

Cecília disse...

Eu acho que nunca vou achar.
Nunca fiz um e acho melhor eu nem começar a tentar.
Gostei do template do seu blg!

Agatha disse...

Muito bonito.

É que vim testando todos os serviços, o Yahoo mail realmente é o melhor.

Eles poderiam me dar uns trocados pela propaganda, :D

Beto Uchôa disse...

Achei o poema que procuras.
Ele acabou de ser escrito por vc e esta muito lindo, parabens.
Abraço

serjao disse...

indiscritível.

legal foi como vc fez pra parecer um vaso, uma taça, sei lá.
show de bola.

Astréia disse...

LINDO...Procura-se o já encontrado.Um certo poema que teima em não se achar,pois se perde nas palavras, revelando-se.O interessante é a procura, a espera...pela fábula encantada e "encontrada".

Parabéns pelo blog!Gostei muito!

.:Fadinias:. disse...

Gostei do poema, tu escreve muito bem :)

Adriano Viana disse...

Parabéns pelo poema, muito bom, continue assim!
Abraço e sucesso!!!

Blog da Satine disse...

somos seres humanos na eterna busca de algo?

seguindo vc!! vlw a visita!

oitava série disse...

Somos um turbilhão de sentimentos e desejos e todos eles durante nossa vida são materiais para mostrarmos, expressarmos quem somos e o que queremos.

torres disse...

parabens pelas palavras